sinais de desfralde

Sinais de desfralde: quais são e como iniciar

Desenvolvimento

A vida do bebê é marcada por muitos momentos importantes, e um deles é o do desfralde. Deixar de usar a fralda é um verdadeiro rito de passagem tanto na rotina da criança, como dos papais. Em resumo, se trata de uma transformação que deve ser feita da forma certa. 

Abandonar a fralda é um sinal de independência para o bebê, e significa o início de uma maturidade na infância da criança. Consequentemente, é preciso que ela esteja madura – física, emocional e comportamental – para que isso aconteça na hora certa. 

Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, esse processo começa a partir de dois anos e meio, mas pode postergar até os três, quatro anos de idade. Segundo a entidade, é nessa faixa etária que a criança passa a comandar as estruturas que controlam a abertura e o fechamento da uretra e do ânus.

Mas para que o processo dê certo, a criança precisa se sentir segura e tranquila para perceber suas necessidades fisiológicas e calcular o tempo que precisará até chegar ao banheiro. E neste caso, a paciência e a dedicação dos pais são fundamentais.

O período entre a primavera e o verão é o ideal para estimular os pequenos a saírem da fralda porque com o clima quente, eles se sentem mais à vontade e já usam menos roupas, o que facilita na hora de tirá-las para usar o banheiro.

6 sinais de que está na hora do desfralde 

Para começar o desfralde, é preciso observar se a criança está pronta fisiológica e psicologicamente para esta etapa do seu desenvolvimento. Por isso, preparamos uma lista com alguns sinais de que seu filho está pronto (a) para usar sua primeira cueca ou calcinha. 

1 – Controle dos esfíncteres

Talvez você não saiba, mas as esfíncteres são as estruturas do corpo responsáveis por controlar a eliminação de xixi e cocô. Um dos sinais de que seu filho adquiriu este controle é sua capacidade de subir cinco ou mais degraus de uma escada sem se apoiar em nada. 

Leia também:  Como Educar Filho Rebelde e Desobediente: 5 Dicas Práticas!

Além disso, outro indicativo é o fato de suas fraldas ficarem um bom tempo limpas, além de fazer xixi de uma vez, e não de pouquinho a pouquinho.

O controle dos esfíncteres é adquirido gradativamente, e cada criança o desenvolve no seu próprio tempo. Essa capacidade está associada a fatores biológicos e sociais e somente a partir dos cinco anos de vida, caso a criança ainda faça xixi “sem querer”, é necessário consultar um profissional.

2 – Incômodo com a fralda suja

Quando seu filho demonstrar incômodo com a fralda suja, é um momento oportuno para mostrar a ele que existe uma opção muito mais confortável! Isso pode ser um estímulo extra para que o desfralde aconteça de forma tranquila, e dar tempo para ele se acostumar.

3 – Imitação

A imitação é uma grande aliada no ensino-aprendizagem de uma forma geral no universo infantil. Em resumo, crianças aprendem mais pelo exemplo do que pelas palavras. 

No desfralde não é diferente: vendo as pessoas ao redor usando o vaso sanitário, a criança tende a imitá-los, o que o incentiva a fazer o mesmo. Esse fenômeno é inclusive uma questão de identificação com essas pessoas, promovendo sensação de pertencimento ao grupo.

4 – Ficar sentado por alguns minutos

Este comportamento é algo esperado desde muito cedo, mas a capacidade de ficar sentadinho no penico é algo adquirido com o tempo e requer atenção e concentração. 

Se o seu bebê está muito inquieto ou agitado, procure formas de auxiliá-lo. Ler livros, brincar de rabiscar ou desenhar podem ajudar no processo.

5 – Idade para desfralde

Especialistas apontam que as crianças tendem a estar prontas para o desfralde diurno a partir de um ano e meio de idade, porém, muitas delas só estarão prontas depois dos três anos. 

Leia também:  Para que serve cueiro de bebê: o que é e como usar

É importante ressaltarmos que a idade é apenas um dos fatores e não o mais relevante.

Uma criança de dois anos pode mostrar-se pronta, mas isso não quer dizer que as que começam o desfralde aos três anos estão atrasadas. Não se prender unicamente à idade e estar atento aos sinais comportamentais e psicológicos é o mais importante.

6 – Saber nomear o xixi e o cocô

Quando o tópico do desfralde começa a aparecer, é importante observar se seu pequeno ou pequena já sabe nomear as partes do próprio corpo, assim como seu próprio xixi e cocô. 

O momento da troca de fralda é ideal para mostrar à criança o cocô que ela fez. Além disso, os livros infantis também podem ser ótimos recursos para este aprendizado.

+ Sinais

  • A criança faz coco em horários mais ou menos determinados;
  • Fica um intervalo de três a quatro horas seco (demonstrando que já há um treinamento da bexiga para segurar a urina);
  • Já sabe que a ida ao banheiro está vinculada à higiene pessoal, como fazer xixi, cocô, lavar as mãos, escovar os dentes, tomar banho;
  • Consegue ficar sentada em uma única posição em um intervalo de 2 a 5 minutos;
  • Consegue abaixar e levantar a calcinha ou a cueca e a calça;
  • Mostra interesse em sentar no vaso sanitário, mesmo que por brincadeira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.