quem esta amamentando pode doar sangue

Afinal, Quem Esta Amamentando Pode Doar Sangue?

Maternidade

Uma mulher, durante a gestação, possui muitas limitações e cuidados. Esse é um período em que todo cuidado é pouco. Quando o bebê nasce, muita coisa muda. Apesar disso, algumas limitações continuam e ainda é preciso muitos cuidados. 

Além disso, também surgem muitas dúvidas quanto às coisas que podem e não podem ser feitas. Dito isso, uma das principais dúvidas é se uma mulher que está dando de mamar para uma criança pode doar sangue. Você sabe a resposta dessa pergunta?

Mulher amamentando pode doar sangue?

Primeiramente, uma mulher grávida pode doar sangue? Não, uma mulher grávida não pode doar sangue, e ela poderá fazer isso apenas depois que tiver a criança. Se o parto for normal, a mulher pode doar depois de três meses. Em caso de cesariana, após seis meses.

Agora, se uma mulher estiver amamentando, ela pode doar sangue? A resposta continua sendo não! Na verdade, pelo menos não no início. Ou seja, ela poderá doar sangue quando o seu filho completar um ano de idade, mesmo se continuar mamando. 

Mas por que uma mulher amamentando não pode doar sangue? Existem, basicamente, quatro motivos!

4 Motivos para mulheres que estão amamentando NÃO DOEM SANGUE!

1 – Esforço

Assim como todo o período de gestação, o período da amamentação exige muita energia da mulher. Ou seja, é preciso muito esforço do corpo feminino, fazendo com que doar sangue seja uma sobrecarga exagerada para o organismo. 

Uma mulher amamentando, se doar sangue, pode acabar passando muito mal, devido ao nível de energia exigida. 

2 – Recuperação

Um parto, no caso da cesariana, é como uma cirurgia. Seu corpo será aberto, haverá cortes e perda de sangue, e precisará de um tempo para se recuperar. O parto normal também exige um tempo de recuperação. 

Leia também:  O Que é Amamentação em Livre Demanda? Saiba Tudo

Nesse primeiro ano após o parto, o corpo ainda estará se recuperando do nascimento da criança. Por isso a doação de sangue, apesar de ser uma ação bonita, não é ideal para uma mulher amamentando. 

3 – Menos carga 

Após um ano de idade, o bebê já não mama tanto quanto antes. Ele já está comendo outras coisas, e recebendo outras fontes de vitamina. Isso acaba aliviando a carga sobre o corpo materno.

4 – Vírus 

O período de um ano é um período necessário para que os testes possam detectar se seu sangue foi contaminado por algum vírus causador de DST durante o período da gravidez ou durante o parto. Após esse tempo, fica mais fácil descobrir alterações no sangue e proteger os possíveis receptores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *