quem amamenta pode pimenta

Quem Amamenta Pode Comer Pimenta? Entenda!

Bem Estar Maternidade

A amamentação gera muitas dúvidas nas mamães de plantão, principalmente aquelas que ainda estão no período de gestação.

Qual posição colocar a criança, qual peito oferecer e quanto leite dar são as mais comuns. Apesar disso, a maior dúvida mesmo é quais alimentos a mamãe pode consumir nesse período. 

Durante todo o período de amamentação, muitas mamães ficam em dúvida de quais alimentos podem manter na dieta, e quais são aquelas que não devem fazer parte da rotina.

Enquanto uns dizem que pode-se comer de tudo, alguns médicos afirmam que alguns alimentos devem ser retirados da alimentação

Um dos alimentos que mais causam dúvidas nesse momento é a pimenta. Muitas mães desconfiam que a pimenta não pode ser ingerida durante a amamentação. Em contraste, outras mulheres continuam usando o ingrediente nos pratos. 

Antes de falar sobre a amamentação e a pimenta, você sabe se o alimento é prejudicial durante a própria gravidez? A gente te conta!

Para facilitar sua leitura, separamos o artigo da seguinte forma:

Pimenta na gravidez

pimenta na gravidez

A pimenta não é algo proibido durante a gravidez, uma vez que não existe nenhum estudo que comprove que ela possa fazer mal ao bebê. Apesar disso, ela pode trazer alguns tipos de desconfortos para a mãe. Mas, qual o motivo para que isso aconteça?

Em resumo, a pimenta está diretamente relacionada ao agravamento dos sintomas digestivos. Problemas no sistema digestivo são muito comuns no período da gravidez, e a pimenta pode despertar problemas como azia, refluxo e até mesmo enjoos.

Além disso, o alimento irrita a mucosa gástrica e causa um aumento na acidez do estômago. Isso também pode acabar desenvolvendo hemorróida na mulher ao longo da gravidez. Tudo isso acaba tornando o dia a dia da grávida um pouco desagradável. 

Leia também:  Como Produzir mais Leite Materno? Siga Essas Dicas!

Dito isso, o uso da pimenta deve ser usado com cautela, ou não deve ser usado, em caso de mulheres que apresentem problemas estomacais durante a gravidez. 

Em contraste, se a mulher não apresenta nenhum problema durante a gravidez, e não sente nenhum tipo de desconforto quando consome pimenta, pode consumir o produto sem nenhum problema. Apesar disso, lembre-se que mesmo nesse caso, nunca é bom exagerar no uso da pimenta. 

Quais pimentas usar na gravidez?

Durante a gravidez, existem algumas pimentas específicas que são melhores que as outras? Certamente sim, lembrando que pimentas naturais são sempre as melhores opções. Por exemplo a dedo de moça, biquinho, pimenta-de-cheiro, rosa e malagueta não apresentam problemas para a mãe e para o bebê.

Além disso, a pimenta do reino também não trazem maiores problemas na gravidez. Mas é bom lembrar que, como tudo na vida, é preciso moderação. Lembre-se que a pimenta na gravidez pode causar azia e refluxo, principalmente de noite. 

Em contraste, pimentas industrializadas não são muito recomendadas para mulheres grávidas. Normalmente elas vem com outros aditivos químicos e realçadores de sabor. Além disso, eles possuem sal nos ingredientes, que em excesso não é bom para as grávidas. 

Lactante pode comer pimenta?

Agora sim, você já se fez a pergunta: “posso comer pimenta na amamentação?”. A pimenta na amamentação é um assunto que causa muitas dúvidas nas novas mamães e papais, e hoje, nós viemos aqui só para tirar essa dúvida.

Primeiramente, a pimenta não é um problema na amamentação do bebê, e pode sim estar presente na alimentação das mamães. Ou seja, o alimento não causa prejuízos nem para a mãe e nem para o bebê. A alimentação da mamãe precisa ser a mais completa possível. 

Leia também:  15 Curiosidades Sobre Bebês e Recém-Nascidos Que Você Não Sabia!

Mas isso não é unanimidade. Alguns especialistas afirmam que a pimenta não é o melhor ingrediente para incluir na dieta de uma mamãe que está amamentando. 

O motivo é que a pimenta altera o pH do estômago, e da mesma forma que na mulher grávida, pode causar mal-estar. Além disso, a pimenta também pode interferir no funcionamento correto do intestino, deixando-o mais lento, causando intestino preso. 

A diferença para o consumo da pimenta na gravidez, é que quando a mãe está amamentando, o bebê também pode sentir esses mesmos sintomas no seu estômago e intestino. 

Além disso, o senso comum também afirma que o consumo de pimenta pela mamãe pode causar cólicas no bebê. Isso pode ser verdade em alguns casos, e o primeiro passo é observar se a criança está sentindo mais cólica que o normal quando a mamãe consome pimenta. 

Essa observação é de extrema importância, uma vez que cada bebê se comporta de forma diferente quando exposto ao ingrediente. Enquanto algumas crianças ficam tranquilas, outras podem sentir mais cólicas que o normal quando a mãe come pimenta. 

Em resumo, só a observação na reação do bebê pode definir se é interessante continuar consumindo pimenta durante a amamentação ou se é melhor tirar do dia a dia. 

Além disso, é bom lembrar que todas as opiniões contidas nesta matéria são contrastantes, e por isso, é interessante consultar um médico para ele dizer se você pode continuar comendo pimenta ou não. Ele analisará o seu caso individualmente e chegará na decisão correta. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.