como vestir recem nascido

Como Vestir Recém Nascido: Tudo Que Você Precisa Saber!

Vestuário

Quando a mamãe descobre que está grávida, já começa a pensar em todo o enxoval da criança. É pensado em roupas para todos os momentos do primeiro ano da criança. Apesar disso, não se pode esquecer das roupas que serão usadas nas primeiras semanas.

O enxoval deve pensar no recém nascido com muito cuidado, já que é uma fase muito sensível da criança e pede roupinhas mais especiais para o momento. Em resumo, devem entrar em cena itens práticos, aconchegantes e adequados às necessidades da criança.

Assim que vem ao mundo, o recém nascido leva um tempo para se adaptar à vida fora do útero. Em resumo, ele precisa de cerca de três meses para se adequar a sua nova realidade, período conhecido como quarto trimestre da gestação ou exterogestação.

O que ele deve usar nesse período?

Para facilitar sua leitura, separamos o artigo da seguinte forma:

Roupas para bebês do 0 aos 3 anos

Nesses primeiros três meses de vida, o bebê irá passar a maior parte do tempo dormindo. Por isso, é importante que ele não use nada que o aperte muito, e nem use roupas com botões ou zíperes que poderão marcar a criança e até mesmo machucá-la. 

A primeira dica é sempre dar preferência para as peças de algodão nessa fase da vida da criança. Qual o motivo? Certamente por que trata-se de um tecido respirável, de origem vegetal e indicado para a delicada pele ainda em formação do recém-nascido. 

Além disso, lembre-se que as roupas devem ser fáceis de colocar e tirar para que não seja preciso movimentá-lo demais na hora de vestir e a cada troca de fraldas. Modelos que se abrem por inteiro são excelentes opções, como o macacão, por exemplo.

Leia também:  9 Dicas para Arrumar Guarda Roupa de Bebê

Além disso, a gola deve ser folgada ou possuir botões para que a frágil cabecinha da criança passe sem apertar; e os botões não devem conter níquel para reduzir a possibilidade de alergias. Ou seja, tudo deve ser pensado para não machucar o bebê. 

Como escolher essas primeiras roupas do bebê

Além do que já foi dito no tópico anterior, veja mais algumas dicas de ouro para você escolher essas primeiras roupas:

  • Roupa simples de vestir e despir;
  • Sem fitas, rendas, folhos, elásticos, atilhos, botões ou fechos de correr. A roupa com molas são mais práticas e seguras porque minimizam o risco de magoar o bebé e não se soltam;
  • De cor neutra ou branca para lavar à máquina a temperaturas elevadas;
  • 100% Algodão, fibra natural que deixa transpirar a pele e reduz o risco de alergia;
  • Roupa interior sem costuras e etiquetas;
  • Mantas de algodão, sem lã ou malhas que possam libertar fios;
  • Evitar peças de linho, mais ásperas.

Como vestir bebês de 0 aos 3 anos

Nos três primeiros meses de vida, a pele do bebê ainda está em formação. A pele do bebê é super fina e frágil, e os vasos sanguíneos ainda estão em formação, Consequentemente, é bem difícil regular a temperatura corporal da criança. Pés e mãos do bebê são mais frios e propensos a irritações e alergias. 

Dito isso, saiba que um dos acessórios mais importantes na vida de um recém nascido são as luvinhas e meias. Esses itens irão proteger a pele e os pezinhos do bebê, além de serem muito lindinhos e ficarem muito fofos em todos os bebês. 

Mas lembre-se que apesar de perder mais calor por conta da delicadeza de sua pele, a sensação térmica do neném é praticamente idêntica a de um adulto. Cabe a mamães e papais ficar atentos aos sinais para entender se o bebê está com calor ou frio.

Leia também:  Como Vestir o Bebe de Acordo Com a Temperatura?

Quando começa a se sentir desconfortável com o frio, por exemplo, o recém-nascido costuma espirrar, soluçar e ficar com as extremidades mais geladas. Quando ele fica incomodado com o calor, ele costuma começar a chorar e você irá ver ele suar. 

Os modelos mais indicados para esses primeiros três meses de vida são: 

  • bodies (de mangas curtas ou longas);
  • calças com ou sem pezinhos (também chamadas de mijões ou culotes);
  • macacões (curtos e longos). 

Além disso, você pode montar conjuntinhos para o bebê com essas peças, no estilo cebola, ou seja, com camadas.  

Usar um body como uma “segunda pele” é prático e evita que o neném fique com as costas ou a barriga descobertas ao se mexer ou quando é carregado pelo adulto. 

Em dias mais quentes, um body de manga curta é suficiente para protegê-lo. Se ele demonstrar que está com frio, basta acrescentar outras roupinhas por cima do body: uma calça, meias ou até um macacão de manga longa.

Por fim, monte o enxoval do bebê com peças apropriadas à estação do ano em que o bebê vai nascer e ao local em que vai morar. Cidades com clima frio pedem roupas mais quentinhas; as mais quentes, modelos mais leves.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *