como educar filho rebelde e desobediente

Como Educar Filho Rebelde e Desobediente: 5 Dicas Práticas!

Desenvolvimento

Cada criança é muito única, possuindo sua singularidade que a diferencia das demais. Dito isso, alguns comportamentos são comuns em algumas crianças, sendo consequência da sua personalidade e características pessoais. Por exemplo, crianças rebeldes e desobedientes. 

Uma criança rebelde e desobediente, assim como qualquer outra, precisa de um cuidado dos pais na criação. Sobretudo, lidar com crianças assim pode exigir um pouco mais de esforço e paciência, o que acaba levando muitos papais ao esgotamento mental. 

Normalmente, qualquer tipo de criança tem dificuldade de escutar não, e querem tudo na sua hora. O objetivo é satisfazer todos os seus desejos sem pensar nas nuances que estão envolvidas nisso. Alias, ninguém nasce sabendo as regras da sociedade. 

Com isso na cabeça, é importante saber que para desobedecer, a criança precisa primeiro saber quais são as regras sociais. A habilidade social é aprendida e depende do que é considerado como um valor para cada sociedade e família. Isso ocorre dos dois aos três anos de idade. 

Consequentemente, é nessa idade que a desobediência pode começar a despertar. Apesar disso, a rebeldia e a desobediência, depois dessa fase inicial, pode surgir a qualquer momento. Ou seja, os pais precisam estar preparados para lidar com isso a qualquer momento.

Para facilitar sua leitura, separamos o artigo da seguinte forma:

Causas da desobediência infantil

desobediencia infantil

Uma criança desobediente e rebelde é aquela criança que sempre quer ter razão, simplesmente ignorando as as suas próprias responsabilidades. Mas quais são as principais causas desse problema. 

Primeiramente, a causa da desobediência pode estar diretamente ligada a própria criação. Pais que adotam uma educação muito autoritária podem lidar com filhos que adotam uma postura rebelde, tentando se defender e proteger desse estilo mais pesado. Isso também ocorre com pais superprotetores. 

Leia também:  Por Que Meu Bebê está Batendo a Cabeça?

Em contraste, pais relaxados também podem causar o mesmo tipo de efeito nos filhos. A falta de normas e regras pode acabar levando a um comportamento de desacato a autoridade dos pais. 

Apesar disso, nem sempre a desobediência e rebeldia pode estar associada a criação dos pais. Algumas vezes, se a criança está se sentindo perdida e assustada, por algum motivo, pode começar a se comportar dessa forma. 

Por exemplo, ciúmes pode ser uma causa de rebeldia. Uma criança que começa a sentir ciúme do seu irmão, por exemplo, pode encontrar na desobediência uma forma de chamar a atenção dos pais. 

Por fim, a rebeldia infantil pode ser indício de outras variáveis, como genética, biológica e ambiental. Pode, por exemplo, ser um sintoma de Transtorno Desafiador Opositivo ou de Transtorno por Déficit de Atenção com ou sem Hiperatividade (TDAH). 

Como encontrar a solução da desobediência infantil

Faz parte do crescimento de uma criança e um adolescente o questionamento da autoridade dos pais. Isso será importante na criação da responsabilidade do indivíduo. Apesar disso, estabelecer limites é importante para que nada saia do controle. 

Por isso, desde cedo, os pais precisam mostrar, desde que o indivíduo é um bebê, que existem regras. Eles precisam lidar com a frustração, ou seja, que nem sempre na vida eles vão conseguir o que tanto querem. 

Isso faz parte do desenvolvimento da ética da criança e evita que ela tenha muitas decepções durante a sua vida. 

Sobretudo, o primeiro passo para encontrar a solução da rebeldia e da desobediência é reconhecer a dificuldade do problema. Por isso, é preciso entender o que causa a desobediência da criança. se possível, é preciso fazer um mapeamento do comportamento. 

Leia também:  Brincadeiras para bebê de 1 ano: quais são as melhores opções

Depois de descobrir a origem, é necessário entender que a criança não vai mudar o comportamento ruim de um dia para o outro. A criança deve se espelhar nos pais, se sentir confiante, só assim você conquistará o respeito que leva à obediência.

5 Dicas para educar filhos desobedientes

Enfim, reunimos dicas valiosas para que todos os pais saibam como lidar com filhos rebeldes e desobedientes. 

1 – Limites

Tudo começa com as crianças entendendo os limites que podem, ou não, ultrapassar. Os pequeninos precisam ter muito bem estabelecido em suas mentes os limites e as regras para que possam estruturar a sua vida. 

Por isso, os pais precisam conversar entre si e dialogar com as crianças, estabelecendo todas as regras e limites. Sobretudo, deixar bem claro todas as consequências de mau comportamento ou desobediência. 

Mas nunca se esqueça que as consequências por mau comportamento devem ser realizadas como um ato de amor, não como uma simples punição. 

2 – Autoestima 

Crianças rebeldes costumam ter como principal característica a baixa autoestima. 

Dito isso, os pais precisam ajudar a criar uma boa autoestima em seus filhos. Isso é possível exercendo um reforço positivo às suas atitudes, como com elogios, carinho e atenção.

3 – Esportes

Os esportes não são bons apenas para a saúde física da criança, como também conceitos básicos de respeito, ética, hierarquia, competição, aprendizagem de regras e limites serão estimulados e ensinados. 

Além disso, o esporte é considerado um fator de proteção também ao envolvimento com álcool e outras drogas. Se possível, os pais podem praticar esportes junto com os seus filhos, ao invés de simplesmente matricularem eles em escolinhas. 

4 – Diálogo

A rebeldia e a desobediência é o ato de subverter uma regra imposta pelo próprio pai. Por isso é importante manter um diálogo aberto com a criança, para que ele se sinta confortável em dizer algo que pensa ou queira fazer.

Leia também:  Espasmo do Choro: O que são e Suas Causas

Se ela quiser fazer algo ruim, mas falar com os pais antes, eles poderão, através do diálogo, dizer o motivo pelo qual isso não é uma boa idéia. 

5 – Falhas 

 Por fim, falhas acontecem, tanto do seu lado quanto o do seu filho. Quando falhas acontecerem, conversem. Faça ele entender que é possível perdoar e ser perdoado. Isso certamente irá fortalecer o relacionamento, e evitará a rebeldia desnecessária da criança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *