aromaterapia para bebes

Aromaterapia Para Fazer Bebê Dormir: Como Funciona e Óleos Essenciais

Bem Estar

Você sabe o que é aromaterapia? Podemos dizer que é a arte da utilização terapêutica dos óleos essenciais, extraídos das folhas, talos e flores da plantas.

O método, muito popular entre adultos, também pode ser aplicado em crianças, principalmente para acalmá-las e fazê-las dormir. 

Mas se você acha que esse é o único benefício da prática nos pequeninos, está muito enganado. A técnica também é capaz de aumentar o apetite do bebê, caso ele não esteja dos melhores, e também aliviar alguns problemas respiratórios na criança. 

Mas antes de continuarmos em frente, você precisa entender que a aromaterapia é feita com óleos essenciais, e não essências. Veja a diferença entre os dois:

  • Óleos essenciais – óleos completamente naturais e, sobretudo, altamente concentradas;
  • Essências – as essências não são naturais, e sim sintéticas. Apesar de ter um cheiro gostoso, mas não tem efeito terapêutico.

Os óleos essenciais, usados na aromaterapia, ajudam a estimular o olfato da criança. Eles são aplicados no bebê (não diretamente, como você irá ver mais à frente) através de uma massagem, realizada pelos país. 

Antes de ensinarmos como fazer, primeiramente, veja quais são os elementos envolvidos.

Elementos ideais da aromaterapia para dormir

Na hora de fazer a aromaterapia, não é só os óleos essenciais que precisam estar preparados. Para ajudar a criança a dormir e relaxar, todos os elementos precisam ser favoráveis para ajudar. 

Primeiramente, pense nas cores do quarto. O ideal é que o quarto tenha tons claros, como, por exemplo, branco, azul bebê, amarelo claro ou um rosinha mais seco. 

Esses tons são capazes de relaxar e, principalmente, desacelerar os pequeninos após um dia, ou momento, agitado. 

Leia também:  Picada de Pernilongo em Bebê: O Que Passar?

Também é preciso pensar na Iluminação. O ideal é a iluminação baixa. De preferência, deixe apenas a luminária ligada. 

É importante verificar a temperatura, para que ela esteja confortável para a criança.

Se for usar os óleos essenciais também, lembre-se que o quarto precisa estar com o aroma selecionado cerca de 10 minutos antes de a criança entrar no ambiente. “Com o passar dos dias ela vai associar o cheirinho e o clima ao horário de dormir”, comenta a especialista. 

Por fim. lembre-se que a hora de dormir é o momento de acalmar o bebê, e não o momento de atividades muito estimulantes. 

Como utilizar em crianças

Primeiramente, como já foi pontuado anteriormente, os óleos essenciais não devem ser aplicados diretamente sobre a pele do bebê. O motivo? Eles são altamente concentrados. Por isso, eles não devem ser aplicados diretamente nem mesmo em adultos.

Dessa forma, os óleos essenciais precisam ser diluídos em veículos carreadores, como, por exemplo, óleos vegetais. Esse tipo de produto também tem benefícios específicos, que também podem ajudar a fazer o seu bebê dormir e relaxar. 

Além disso, a pele dos bebês, e crianças em geral, é bem mais sensível. Consequentemente, a absorção dos óleos essenciais tem um efeito mais rápido e forte do que em um adulto. Por isso, deve-se evitar o uso exagerado para não causar problemas para a criança.

Dito isso, quanto mais novo o bebê, maior deve ser a diluição do óleo essencial em um óleo carreador. Em geral, deve se diluir uma quantidade exata de óleo essencial em 30 ml de óleo carregador. A quantidade de óleo essencial irá depender da idade da criança. Veja:

  • Idade: Recém-nascido até 6 meses / Óleo essencial: 0 a 1 gota
  • Idade: 6 a 12 meses / Óleo essencial: 1 a 2 gotas
  • Idade: 1 a 4 anos / Óleo essencial: 1 a 5 gotas
  • idade: 5 a 7 anos / Óleo essencial: 3 a 6 gotas
  • Idade: 8 a 12 anos / Óleo essencial: 5 a 10 gotas
Leia também:  7 Dicas Simples Para a Higienização do Quarto do Bebê

Agora que você aprendeu como fazer a diluição adequada, pode utilizar a mistura para massagear os pés do bebê. Além disso, você também pode utilizá-lo em um difusor elétrico de água, evitando nebulizadores que ficam direcionados para o rosto da criança.

Quais os melhores óleos essenciais para bebês

1 – Lavanda

Primeiramente, a lavanda é um óleo essencial equilibrante, tendo a capacidade de acalmar as crianças e proporcionar um sono mais tranquilo. 

Uma boa de forma de usar esse óleo, é usá-lo para massagear os pés do bebê. Para isso, coloque uma gota de óleo de lavanda em 10 ml de óleo vegetal de jojoba ou gergelim. Com a mistura obtida, massageie gentilmente os pés do pequenino.

Mas se, por acaso, o bebê for um pouco mais agitado, use o óleo diretamente no difusor elétrico de água ou no aromatizador de ambiente. Basta colocar oito gotas de óleo. 

Mas nunca se esqueça: não utilize em nebulizadores, que são direcionados para o rosto da criança. 

2 – Camomila romana

O camomila romana também é uma ótima opção. Use duas gotas de camomila romana misturadas a 15 ml de óleo vegetal de gergelim. Depois, aplique na barriga do bebê com uma massagem delicada.

3 – Mandarina

O óleo essencial de mandarina, da família dos cítricos, é um dos mais gostosinhos. 

Use uma gota dissolvida em 10 ml de óleo vegetal. Você pode massagear os pés do bebê com a solução ou seguir o mesmo procedimento do óleo de lavanda, colocando oito gotas no aromatizador de ambiente. 

Observações

Alguns óleos essenciais, como os de canela, cravo, bergamota, pimenta preta e tomilho, são contraindicados para crianças de todas as idades.

Leia também:  Recém nascido dorme muito e não mama: causas e o que fazer

Algumas opções de óleos vegetais, para diluir os óleos essenciais, são os de amêndoas doces, semente de uva, abacate e gérmen de trigo.

Além disso, antes de aplicar pela primeira vez, dilua o óleo vegetal, passe uma gota no calcanhar do bebê e observe por 20 minutos. Se nenhuma alteração aparecer, como uma vermelhidão, o caminho está livre para você aplicar a aromaterapia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.