o que e amamentação em livre demanda

O Que é Amamentação em Livre Demanda? Saiba Tudo

Maternidade

A amamentação em livre demanda nada mais é do que oferecer o seio todas às vezes em que o seu bebê sinta fome e queira mamar. Por isso, a amamentação em livre demanda é um mecanismo de autorregulação.

Onde o bebê aprende a ficar saciado e assim, ajuda no controle da produção de leite. Afinal, quanto mais o bebê mamar mais leite será produzido, além de ajudar no desenvolvimento, até porque nos primeiros meses de vida do bebê ainda está aprendendo a mamar.

É normal ele querer mamar com mais frequência nos primeiros meses, mas conforme for ganhando peso e entrar em sintonia com a mãe. Assim, irá regular as mamadas de acordo com as suas necessidades.

Contudo, a amamentação em livre demanda também conta, quando a sua mama estiver cheia e dolorida, dessa forma ofereça ao bebê. Normalmente, acontece a noite onde o bebê passa algumas horas sem mamar.

Como fazer amamentação em livre demanda

Amamente o seu bebê sempre que ele sentir fome, é importante que esvazie a mama que o bebê está, para depois oferecer a outra. Caso o bebê ainda estiver com fome. O leite que sai no início da mamada é para matar a sede do bebê.

Agora, o leite do fim da mamada tem mais gordura onde faz o seu bebê ganhar peso e mata a fome. Dessa forma, quando for começar a mamada dê o seio em que o bebê mamou por último na mamada anterior.

Sendo assim, o bebê irá esvaziar às duas mamas ao longo do período que ele for mamando e matando a sua sede e fome. E para mãe isso é bom, pois irá aumentar a sua produção de leite ao modo que o bebê vai mamando e esvaziando a mama.

Leia também:  Miojo na gravidez: Faz Bem ou Mal Para a Gestante?

Por fim, não tem um tempo determinado para cada mama ser esvaziada, isso vai de acordo com o organismo da mãe e a fome do bebê. Além, do intervalo que é dado entre uma mamada e outra.

Quais os benefícios da amamentação em livre demanda

A amamentação em livre demanda possui diversos benefícios tanto para o bebê quanto para a mãe. Além, dos primeiros meses que o bebê mama entre oito e doze vezes por dia devido ainda não ter seus horários regulares.

O Ministério da Saúde recomendado a amamentação exclusiva até os seis meses, deixe que o bebê fique saciado apenas com o leite materno. Além, do leite materno ser o melhor alimento para o seu bebê, a amamentação também traz carinho e conforto.

Portanto, a amamentação além de ser benéfica à saúde do seu filho, auxilia no vínculo entre a mãe e o bebê. Fazendo com que o bebê se sinta protegido e seguro, acalmando o bebê.

Além, de que amamentar em livre demanda aumenta a produção de leite da mãe devido o bebê mamar várias fezes ao dia. Outra coisa, é que pode ser um método natural de evitar uma nova gravides nos primeiros seis meses de pós-parto.

Isso acontece se a mãe estiver amamentando exclusivamente em livre de manda. Isso faz com que o seu fluxo só se restabeleça quando o bebê começar a introdução alimentar.

Viu como os benefícios de amamentação livre demanda oferece para você mamãe e para o seu bebê? Ter esse elo com o seu filho é único entre você e ele, é aquele momento que você tem a sós com o bebê.

Dessa forma, irá criando um vínculo muito forte entre vocês dois e cada desafio que você vence na amamentação é uma vitória. Além disso, o bebê se sentir seguro com a amamentação devido ao vínculo que está sendo criado.

Leia também:  Os Desafios da Maternidade: Entenda Quais São e Como Lidar!

Mitos e verdades sobre a amamentação 

Sabemos que quando se trata de amamentação existem muitos mitos certo?  Quando falamos de amamentação existem muitas pessoas, inclusive os profissionais de saúde. Que orientas as mães a amamentarem olhando no relógio.

Mas bebês em suas primeiras semanas de vida sentem fome e ainda não tem a amamentação regularizada. O recém-nascido nos seus primeiros dias mama muito, mas ao longo do tempo que for ganhando peso ele irá definir os seus próprios horários.

Esse horário que estipularam que o bebê deve mamar a cada 3 horas é para bebês que tomam fórmula e não o leite materno. Por isso, muitas mães que amamentam sofrem devido às regras que estipulam, mas que não se adéqua a amamentação em livre demanda.

Portanto, amamentação e regras não combinam, estipular horários na amamentação vai contra a indicação da Organização Mundial da Saúde e da Sociedade Brasileira de Pediatria. Afinal, a amamentação deve ser feita em livre demanda conforme a fome do seu bebê.

Quando me preocupar com a amamentação?

Primeiramente, se o bebê estiver mamando normalmente em sua amamentação em livre demanda e ganhando peso. Não há motivo para que se preocupe com a amamentação, pois suprirá tudo o que o bebê precisa. Lembrando que o leite tem o que é necessário para que seu filho cresça saudável.

Mas se for mãe de primeira viagem é normal se sentir insegura á alimentação do seu filho e se preocupar na questão de ganho de peso. Contudo, se estiver insegura ou com dúvidas referente a sua amamentação e o peso adequado do seu bebê. Vá a uma consulta com o pediatra para que assim, ele avalie se o crescimento do bebê está apropriado.

Leia também:  Plano de Saúde Para Recém Nascido: Tudo Que Você Precisa Saber!

Dessa forma, ele irá te orientar da melhor maneira possível sobre o desenvolvimento do bebê e a questão da alimentação com o leite materno. Por fim, você ficará mais tranquila sabendo que o seu bebê está ganhando peso e se desenvolvendo com o seu leite.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *